Swiss Travel Pass (Suíça) – Tudo o que você precisa saber para viajar de trem pela Suíça

O Swiss Travel Pass é um passe livre para o transporte público, incluindo basicamente todos os trens, metrô, ônibus e barcos da Suíça – tanto dentro das cidades, quanto de uma para outra. Ele incluiu, também várias das rotas panorâmicas, até porque é difícil que alguma linha de trem da Suíça não seja panorâmica. Como a Suíça é um país perfeito pra uma viagem de rotas, com cidades pequenas e próximas, o Swiss Travel Pass se torna quase que um kit de sobrevivência.

Em um dos países mais ricos do mundo, luxo é poder ir de trem pra todo lado, andar de barco a preço de transporte público e ainda fazer um monte de coisas de graça! Todos os episódios sobre a Suíça:

Zurique – 3 coisas para fazer de graça no motor econômico da Suíça.
Thun – 3 motivos para visitar a cidadezinha medieval.
Lucerna – 3 razões pelas quais ela é a síntese da Suíça.
Suíça Central – 3 atrações imperdíveis a partir de Lucerna.
Trem do Cholate – Queijo, chocolate e trem. Não há combinação mais suíça.
Montreux – O glamour da cidade mais retrô da Suíça.
Vevey – Feiras ao livre em um centro medieval cercado por vinícolas de mais de 1500 anos.
Lausanne – A cidade mais vibrante e moderninha da Suíça francesa.

Quanto custa?
O que define o preço do Swiss Travel Pass é a quantidade de dias e a classe. Você pode comprar para 3, 4, 8 ou 15 dias; e primeira ou segunda classe. O carregui o de 8 dias para a semana que passei na Suíça Francesa, com acesso a Primeira Classe, e o valor unitário foi de 581 Francos Suíços. Existem alguns decontos, como por exemplo: até os 26 anos, qualquer cidadão de qualquer país, tem cerca de 15% de desconto. Famílias também tem descontos e crianças de 6 a 16 anos viajam gratuitamente.

 

Onde comprar?
No próprio site oficial do Turismo da Suíça: www.myswitzerland.com/pt/swiss-travel-pass.html , inteiramente em português, com cartão de crédito. Você tem as opções de pedir para entregar na sua casa (com cobrança adicional pela remessa de correio) ou retirar na sua chegada à Suíça. Partindo do Brasil, você provavelmente vai chegar ao Aeroporto Internacional de Zurich.

Como usar?
Com o ticket em mãos, preencha todos os campos. É essencial. E tenha sempre o passaporte em mãos também. Na Suíça não há catracas e nenhum tipo de validação eletrônica. Você simplesmente entra no trem e vai. Em algum ponto da viagem, os fiscais vem conferir os tickets. A multa é de 100 Francos Suíços.

O que está incluso?
O Swiss Travel Pass dá acesso não só a quase 100% da rede de transporte público da Suíça,
de forma ilimitada, como também dá descontos e entrada gratuita em diversas atrações. O Castelo de Chillon, em Montreux; ou o Castelo de Gruyères, por exemplo, são atrações que visitamos sem pagar um centavo sequer, por ter o Travel Pass. Em teleféricos ou bondes panorâmicos, você tem descontos generosos em torno de 50%.

O 3em3 visitou a Suíça a convite do Switzerland Tourism e da Edelweiss.

Texto: Tiago Caramuru
Imagens: Tiago Caramuru / Anderson Spinelli / Sidney Michaluate
Edição: Tiago Caramuru / Anderson Spinelli

Comentários

Sobre o Autor
- Desde que descobriu que viajar é possível, viciou. Muita disciplina financeira, um pouco de sorte. Nada como uma viagem após a outra. Escreve o blog Esvaziando a Mochila desde 2009. Publicou, em 2014, o trabalho fotográfico Rumo às Primeiras Mil Viagens, compilação de 100 retratos e paisagens feitos pelo mundo, durante quatro anos.