Piranhas (Brasil) – 3 passeios partindo da cidade do interior de Alagoas

Localizada a cerca de 4 horas de Maceió, Piranhas é uma cidadezinha do interior de Alagoas que se destaca principalmente devido ao seu patrimônio histórico e suas belezas naturais.

As margens do Rio São Francisco, a cidade encanta com seus casarios coloridos e com um belo leque de opções de passeios, seja pelo Velho Chico ou através das histórias do cangaço. Nesse episódio, vamos te mostrar 3 sugestões do que fazer por lá.

3em3_piranhas_centro06

3em3_piranhas_xingo04

1) Centro Histórico

Construída em meio as montanhas cobertas de vegetação da caatinga, Piranhas ganhou fama na década de 30, quando as cabeças de Lampião e Maria Bonita foram expostas em frente ao prédio da Prefeitura Municipal.

Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, a Lapinha do Nordeste, nome dado por Don Pedro II, tem suas casas são pintadas a cada dois anos pela prefeitura.

Entre as atrações da cidade, está o Museu do Sertão. Nele você vai encontrar diversos objetos, armas e roupas da época do cangaço, além da famosa foto com as cabeças de Lampião e seu bando expostas como troféu. O museu funciona de terça a domingo, das 08 as 17 horas, e a entrada custa R$ 2,00.

3em3_piranhas_centro04

3em3_piranhas_centro03

3em3_piranhas_centro01

3em3_piranhas_centro02

3em3_piranhas_centro05

2) Cânion do Xingó

A cerca de 30 minutos de Piranhas, Canindé de São Francisco é o principal ponto de partida para o Cânion do Xingó. Esperamos nosso catamarã chegar no aconchegante Restaurante Karranca’s e de lá partimos para o passeio mais esperado da viagem. A embarcação navega por 1 hora, aproximadamente, e atraca finalmente no Porto de Brogodó.

É ali que você vai investir os R$ 10,00 mais bem gastos da sua vida! Vista o colete e embarque nesses pequenos barcos que te levam até a Gruta do Talhado. O visual é inacreditável e passar no meio dos enormes paredões avermelhados é, sem dúvida, o ponto mais alto do passeio. Como o percurso não dura nem 10 minutos, ainda dá pra dar um mergulho por ali e se refrescar ou então usar esse tempo pra tirar mais algumas fotos do cânion.

3em3_piranhas_xingo01

3em3_piranhas_xingo03

3em3_piranhas_xingo02

A AeroSigma oferece 3 opções de voo, com 4, 8 ou 18 minutos. As rotas variam de acordo com o tempo de voo. A Rota Ouro, que é a mais completa, contempla a Usina Hidrelétrica, a cidade de Piranhas e os Cânions do São Francisco. Se você nunca andou de helicóptero, aproveite pra fazer isso lá. A experiência vale cada centavo.

3em3_piranhas_xingo05

3em3_piranhas_xingo06

3em3_piranhas_xingo07

3) Rota do Cangaço

A Rota do Cangaço é feita no Cangaço Eco Parque, mas dá pra considerar que o passeio já começa no próprio catamarã. As paisagens vistas durante o percurso já valem o passeio. Chegando lá, aproveite o ambiente agradável do receptivo e compre uma garrafa de água.

O percurso até a Grota do Angico, local onde Lampião e o bando de cangaceiros foram mortos, possui cerca de 1,5 km em meio a caatinga. Durante todo o trajeto, uma guia vestida a caráter vai contando os detalhes da história do cangaço e sobre como a emboscada aconteceu.

Na volta da trilha, aproveite para almoçar no próprio Eco Parque. A comida é, de fato, deliciosa e não é todo dia que se tem uma oportunidade de almoçar de frente pro Velho Chico, né?

3em3_piranhas_cangaco03

3em3_piranhas_cangaco01

3em3_piranhas_cangaco02

Como ir e onde se hospedar?

Bom, essas são apenas algumas das atrações de Piranhas e tenho certeza que você já deve estar convencido de que deve ir pra lá, certo? Então, aí vão algumas dicas: como Maceió fica a 4 horas, o ideal é passar pelo menos uma noite em Piranhas. Nós fizemos tudo com a Luck Receptivo, desde o transporte de Maceió a Piranhas até os passeios.

E lá, nos hospedamos no incrível hotel Pedra do Sino. Este é provavelmente o melhor hotel da cidade. Os quartos são extremamente confortáveis e a vista da varanda e da banheira, bom… dá uma olhada aí nas imagens e me diga se não dá vontade de ir pra lá agora mesmo.

3em3_piranhas_pedradosino01

3em3_piranhas_pedradosino02

3em3_piranhas_pedradosino04

3em3_piranhas_pedradosino03

3em3_piranhas_pedradosino05

Comentários

Sobre o Autor
-

Formado em Publicidade e pós-graduado em Marketing, descobriu o gosto por viajar em 2009, após fazer um curso de Planejamento Estratégico na Califórnia. De lá pra cá, transformou a vida em uma partida de War e já conquistou 27 países. Em 2013, deu início ao projeto Destinos Imperdíveis.