Paris (França) – 3 atrações em 3 minutos

Ah, Paris… O 3em3 chegou à bela capital da França para gravar uma série de episódios, mostrando diversos locais interessantes da Cidade-Luz!

Paris, como todos sabem, está recheada de atrações para todos os gostos: museus, parques, restaurantes, monumentos históricos e lojas de grife, além de charmosos cafés para descansar entre um passeio e outro. Ela é realmente o que todo mundo comenta: elegante, romântica, divertida e empolgante.

Para se locomover, os 2,3 milhões de habitantes da cidade desfrutam de um incrível sistema de transporte metroviário (com 14 linhas, a 3º maior rede da Europa) e ferroviário (o RER, que liga toda a região metropolitana), o que lhes permite chegar a praticamente qualquer local da cidade tranquilamente.

Mas nem tudo é perfeito: a cidade é muito cara. Prepare-se para gastar muitos euros em acomodação, alimentação, compras e passeios. E, por favor, tome muito cuidado com seus pertences: furtos são frequentes, os batedores de carteira atacam quando você menos espera (o Sidney conseguiu perder uma câmera para eles).

Neste primeiro episódio, falamos um pouco de 3 das mais visitadas atrações de Paris:

1) Arco do Triunfo / Arc de Triomphe

O Arco do Triunfo é um dos principais símbolos da cidade. Com 50m de altura, foi inaugurado em 1836 – 30 anos depois de começar a ser construído a pedido de Napoleão Bonaparte. Estando em um ponto privilegiado da avenida Champs-Élysées, geralmente é o ponto de partida das principais paradas militares e manifestações de Paris.

img_arco01

Para chegar, desça na estação Charles de Gaulle-Étoile do metrô (linha 1, 2 ou 6). Localizada no meio da praça Charles de Gaulle, o monumento é o centro de uma rotatória que junta as 12 principais avenidas da cidade – é um caos, não tente atravessar a rua para chegar até lá: existem passagens subterrâneas para acesso.

A entrada custa € 9,50 e a subida é feita por escadas: são aproximadamente 250 degraus para chegar à cobertura. Elevadores estão disponíveis, mas somente para cadeirantes e pessoas com dificuldade de locomoção.

img_arco02

Lá de cima, a vista é espetacular: pode-se ver tranquilamente a Torre Eiffel e outros pontos turísticos nos arredores.

2) Pont des Arts

A Pont des Arts é uma ponte que atravessa o Rio Sena, ligando o Palais du Louvre (antigo Palácio Real da França) ao Institut de France (uma instituição acadêmica do país).

Apesar de conseguir vê-los em praticamente todas as pontes de Paris, é aqui que a febre dos cadeados começou, em meados de 2008. Aqui, casais apaixonados escrevem seus nomes em cadeados, o trancam nas grades da ponte e jogam a chave no rio.

img_pontdesarts01

O que começou como uma brincadeira tomou proporções gigantes: estima-se que hoje são mais de 700 mil cadeados fixados por lá, o que fez parte da ponte ruir. Em 2014, a prefeitura começou uma campanha para acabar com esta prática para evitar maiores danos à ponte – mas isso não inibiu os vendedores ambulantes do local, que além de comercializar os cadeados, vendem canetas especiais e até gravam seu nome no metal na hora.

img_pontdesarts02

Em setembro de 2014, algumas grades já foram substituídas por painéis de vidro. Será que a tradição irá acabar?

3) Torre Eiffel / Tour Eiffel

A Torre Eiffel é o maior símbolo da França. Toda imponente com seus 320 metros às margens do Rio Sena, é a construção mais alta de Paris, além de ser o monumento pago mais visitado do mundo. Batizada em homenagem ao seu projetista Gustave Eiffel, ela foi montada para ser o arco de entrada da Exposição Mundial de 1889 e, até 1930, foi a construção mais alta do mundo.

Para visitá-la, desça na estação Bir-Hakeim (linha 6 do metrô) ou Champ de Mars-Tour Eiffel (linha C do RER). Após uma pequena caminhada, você verá todo o esplendor da torre mais famosa do mundo.

img_eiffel01

São 3 níveis: os primeiro e segundo níveis podem ser visitados pela escada, mas o topo só pode ser acessado por elevador. São 3 tipos de entrada: € 5 para subir até o segundo andar pelas escadas, € 9 para subir até o 2º andar pelos elevadores e € 15,50 para ir até o topo.

Nós recomendamos que você vá até o topo e, se for subir somente uma vez, o faça à noite – ou em um horário próximo ao pôr-do-Sol. A torre iluminada é um show à parte e a vista do último nível é de cair o queixo – sem contar o show de luzes que acontece de hora em hora. E se você quiser ostentação, no topo a taça de champagne custa € 16.

Vá com tempo, programe-se para ficar por pelo menos 4 horas no local – as filas são extremamente grandes em qualquer época do ano.

img_eiffel02

Para se ter uma ideia da distância dos locais entre si, veja o mapa abaixo com os pontos do vídeo:

Imagens: Sidney Michaluate
Texto: Sidney Michaluate
Edição: Sidney Michaluate e Anderson Spinelli

Comentários

Local: França, Paris
Sobre o Autor
-

Sidney, ou Sido, é um nerd formado em Engenharia e Marketing. Trabalhou durante mais de 10 anos com logística – até descobrir que transportar a si mesmo pelo mundo é muito mais gratificante! Cinéfilo e viciado em promoções, mantém os blogs PromoSido, ApareSido e o projeto Já Viu Este Filme?