Lisboa (Portugal) – 3 dias em Lisboa, Sintra e Cascais com a Copastur Prime

A Copastur Prime nos levou pra ver, saborear e sentir Portugal de uma forma diferente! Durante três dias, nós vivemos experiências inesquecíveis, passando por hotéis icônicos, harmonizando vinhos em banquetes estrelados e indo do fado do Bairro Alto ao rock do Queen, no Rock in Rio Lisboa!

portugal-lisboa-9-3em3

A Basílica de Estrela se destaca no skyline de Lisboa.

portugal-lisboa-10-3em3

Bairros vizinhos da Alfama e a Baixa, avistando o Rio Tejo.

portugal-sintra-2-3em3

Palácio da Pena, em Sintra.

1Dia 1

Nossa chegada já foi em grande estilo. Pousamos em Lisboa e fomos direto para Cascais, balneário litorâneo próximo à Lisboa que, na primavera, fica excepcionalmente bonito. E foi ali, na Marina de Cascais, que demos largada pra comilança.

portugal-cascais-5-3em3

Todo o charme do balneário litorâneo de Cascais.

Aprender a fazer Bacalhau a Brás | No Cooking Memories, a gente foi não só saborear o primeiro bacalhau de viagem mas, também, aprender a prepará-lo. A Mônica Pereira, chef que comanda o atelier de cozinha, foi a vencedora, em 2014, do Chef’s Academy, reality-show de cozinha da televisão portuguesa. O carinho com que ela cuida de tudo é apaixonante!

Se você nunca se apaixonou por país algum, é porque ainda não foi a Portugal. Trace seu roteiro com todos os episódios que gravamos lá:

Sintra – Castelos e palacetes a meia hora de Lisboa.
Lisboa – O bairro de Belém: Torre de Belém, Mosteiro dos Jerônimos e o Padrão dos Descobrimentos.
Algarve – Roteiro pelo sul de Portugal passando por Tavira, Lagos e o Cabo de São Vicente.

Enquanto a gente beliscava um pouco de jamón ibérico aqui e um drink ali, o aroma do Bacalhau a Brás anunciava que tudo andava melhor que o esperado. E como toda grande refeição merece um gran finale, a Mônica encerrou a tarde com o seu tradicional mousse de vinho tinto. E tinha vinho mesmo, hein! Não era só enfeite não…

portugal-cascais-4-3em3

Jamon ibérico para beliscar enquanto o bacalhau fica pronto!

portugal-cascais-1-3em3

O Bacalha a Brás ainda é um favorito! É so experimentar para entender porquê!

portugal-cascais-2-3em3

A Chef Mônica Pereira, ciadora do delicioso espaço Cooking Memories.

portugal-cascais-3-3em3

Mousse de Vinho Tinto. Ezzzbetagulaaar!

Cascais e Estoril | Dali, fomos ver um pouco mais de Cascais, passando por entre mansões de cinema, praças medievais e o famoso Cabo da Roca, o ponto mais ocidental da Europa Continental.

Jantar Vínico | Os longos dias de primavera e verão europeus nos enganam, mas já eram 8 da noite e, portanto, hora de um novo banquete! Bem no coração de Estoril, ao lado do maior Casino da Europa, está o Hotel Palácio. Essa atmosfera luxuosa foi o que inspirou, Ian Flemming, que se hospedou aqui nos anos quarenta, a escrever Casino Royale, primeira trama do agente secreto James Bond. E foi no mesmo hotel, que cuidadosamente recria o ambiente característico dos anos 30 e 40, que fizemos um jantar vínico. O cardápio foi desenvolvido pelo nosso querido João, renomado enólogo português que harmonizou vinhos verdes, brancos, tintos e e do Porto, com carpaccio de polvo, tornedo de vitela e sobremesas variadas.

portugal-estoril-1-3em3

Jantar vínico em um hotel retrô dos anos 30: no roteiro da Copastur Prime, tem!

portugal-estoril-2-3em3

Cardápio especialmente elaborado pelo João, da Vinitur, enólogo renomado que nos acompanhou!

portugal-estoril-3-3em3

Carpaccio de Polvo.

portugal-estoril-5-3em3

Tornedo de Vitela.

portugal-estoril-4-3em3

Ambiente e serviço dos anos 30 cuidadosamente recriado no restaurante Grill Four Seasons, do Hotel Palácio.

A essa hora, eu nem sabia mais como ainda estava conseguindo filmar. Aí era hora de ir pro nosso hotel da noite, o Quinta da Marinha, em Cascais, e descansar pro próximo dia!

2) Dia 2

Palácio da Pena, Sintra | Do litoral pra serra. No segundo dia, contornamos a costa de Cascais e seguimos rumo a Sintra em jipes! Dessa forma, tivemos achance de pegar estradas secundárias e cortar a serra ao invés de contorná-la, fazendo caminhos que seriam impossíveis com caros convencionais.

portugal-sintra-1-3em3

Entrada do Palácio da Pena, em Sintra.

sintra_1

O Palácio de Pena é uma mistureba de estilos! Milionários, como a gente sabe, são excêntricos.

portugal-sintra-4-3em3

Desde 1910, quando Portugal se tornou República, o castelo serve como museu e é aberto a visitação.

portugal-sintra-5-3em3

portugal-sintra-3-3em3

portugal-sintra-12-3em3

Grupo massa de viajar junto! Nos divertimos demais!

Mais precisamente, nosso destino era o Palácio da Pena, este castelo alucinógeno foi construído a partir de várias referências arquitetônicas e por um motivo: os donos quiseram assim e pronto. Desde 1910, ano em que Portugal passou deixou de ser Monarquia para se tornar uma República,

o palácio é público e serve como museu.

Sintra, apesar de estar a menos de meia hora de Lisboa, tem clima próprio, por causa da altitude
e proximidade com o mar. Frequentemente, o castelo fica coberto pela neblina ou passa por restaurações em sua fachada – dessa vez, não foi o caso. Pegamos um dia lindo, seco, com o palácio exibindo todo o seu esplendor.

Vínícola e almoço de frutos do mar | Com a visão aguçada, já era hora de atiçar os outros sentidos. Mesmo no clima de serra, o vinho branco tomado direto nos jardins da vinícola Santa Maria resfrescou o dia e preparou-nos para o delicioso almoço que estava vir no restaurante de frutos de mar Nortada, à beira de uma colina.

portugal-sintra-6-3em3

A tranquilidade que se respira junto com o ar puro da vinícola Casal Santa Maria.

portugal-sintra-7-3em3

Melhor hora da visita pela vinícola: degustação!

portugal-sintra-9-3em3

Entrada do restaurante Nortada, em Sintra: camarões empanados e ostra temperada.

portugal-sintra-8-3em3

Eu podia ficar nisso o dia todo…

portugal-sintra-11-3em3

Mas eles não paravam de servir comida gostosa!Esse é o Leite Creme, sobremesa tradicional portuguesa.

A sensação de chegar, não ter que tomar decisão alguma e já ter tudo lá, preparadinho, é espetacular. Camarões gigantes empanados já estavam postos crocantes e quentinhos, junto a uma salada de mexilhões macios, temperada com azeite e orégano. Eu podia ficar nisso o dia inteiro… ainda mais com aquele copo, de onde o vinho parecia brotar. Nunca estava vazio!

Parecia o bastante? Sim. Era o bastante? Sim. Mas por que parar, quando ainda iriam nos trazer uma garoupa na brasa com batatas salteadas e, de sobremesa, o famoso leite creme – tipo um creme brulée, mas aperfeiçoado pelos portugueses. Cara eu acho que nunca falamos tanto de comida em um episódio… fico feliz que isso tenha acontecido justamente em Portugal!

Sabia que lá, os restaurante fecham na pate da tarde? Sim, sim… a famosa sesta… o cochilo depois do almoço. Tivemos que nos adaptar ao local e dormimos como crianças no trajeto até Lisboa.

portugal-lisboa-8-3em3

Praça Marquês de Pombal, vista da Suíte Presidencial do Hotel Dom Pedro.

portugal-lisboa-5-3em3

Centro histórico de Lisboa e Castelo de São Jorge.

portugal-lisboa-6-3em3

Ponte 25 de Abril, com o Cristo Redentor (sim, é cópia do nosso!) ao fundo.

Queen no Rock in Rio Lisboa | O Dom Pedro Hotel foi nossa casa e mirante em Lisboa! Ou miradouro, como eles dizem… Olha a vista que se tem de lá! Perto de tudo, ele foi escolhido como o hotel oficial do Rock in Rio Lisboa! Nossas credenciais e entradas vips para alguns lounges exclusivos e camarotes do evento já nos aguardavam. Tudo prontinho pra deixar as malas e partir pra ver nada mais, nada menos que o Queen! Tudo é bem organizado e um povo é muito da paz no Rock in Rio Lisboa. Claro que o público, um pouco mais velho por causa da grande atração da noite, também colabora um bocado pra isso. Quase 80 mil pessoas e nada de confusão ou lixo espalhado.

portugal-rockinriolisboa-1-3em3

A famosa roda gigante do Rock in Rio!

portugal-rockinriolisboa-8-3em3

Queen + Adam Lambert = Showzasso!

portugal-rockinriolisboa-6-3em3

portugal-rockinriolisboa-13-3em3

portugal-rockinriolisboa-12-3em3

portugal-rockinriolisboa-9-3em3

84 mil pessoas estiveram na maior noite do Rock in Rio Lisboa!

portugal-rockinriolisboa-10-3em3

Brian May canta Love of My Life pra fazer a galera chorar!

O Queen subiu ao palco por volta de 12:30 e, depois de três ou quatro canções, Adam Lambert, o excelente vocalista e agora homem frontman da banda, já foi bem claro: “Tem algo que eu preciso dizer a vocês e pra tirar logo do caminho, vou dizer agora: só há um Freddie Mercury”. Foi um showzasso, com Brian May e Roger Meadows voando, mesmo com quase 70 anos.

3) Dia 3

Palacio de Queluz | Nosso último dia em Portugal começou em Queluz, cidade vizinha e de fácil acesso. A grande razão para irmos lá é o Palácio de Queluz, lugar de nascimento de Dom Pedro I – em Portugal, chamado de Dom Pedro IV – e, também, onde ele faleceu após retornar do Brasil. O palácio não tem a mesma fama que outros do país lusitano, mas isso não deixa de ser um ponto positivo. Assim, é mais agradável passear pelos jardins da “pequena Versailles de Portugal”.

portugal-queluz2-3em3

Palácio de Queluz. Menor e menos famoso que o Palácio da Pena, o palácio tem jardins belíssimos que convidam a uma longa caminhada.

portugal-queluz1-3em3

Os jardins são tão bonitos, que foram apelidados de Pequena Versailles.

portugal-queluz4-3em3

Risoto de bacalhau com espinafre.

portugal-queluz5-3em3

Folhado de carne de caça.

portugal-queluz3-3em3

Mesa de sobremesas do Cozinha Velha, onde eram preparadas as refeições da realeza.

portugal-queluz9-3em3

portugal-queluz8-3em3

portugal-queluz6-3em3

Banquete da realeza | A visita guiada revela uma extensão de salas ricamente decoradas e ao final, ainda temos a chance de almoçar no Restaurante Cozinha Velha – nome que ilustra exatamente o que o cômodo representava na época palacial. Era exatamente aqui que os empregados preparavam as refeições da realeza. Risoto de bacalhau, folhado de carne de caça e, claro, muito vinho! Literalmente, comemos como reis!

Pela tarde, a gente foi conhecer o bairro de Belém, em Lisboa, onde estão seus principais monumentos.

Mosteiro dos Jerônimos, Torre de Belém e Fábrica dos Pastéis de Belém || A Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerônimos são não só os símbolos mais famosos, como também os mais antigos de Lisboa. O terremoto de 1722 foi tão brutal que, mesmo tendo seu epicentro no Alrgarve, a mais de 200km de Lisboa, levou a cidade abaixo. Até o Rio Tejo, que banha a capital portuguesa, teve seu curso deslocado.

portugal-lisboa-1-3em3

Torre de Belém, símbolo maior do bairro de Belém e Lisboa.

portugal-lisboa-3-3em3

Interior do Mosteiro dos Jerônimos.

portugal-lisboa-2-3em3

Lá estão enterrados um monte desses caras que temos que aprender na escola, como Camões, Vasco da Gama e Fernando Pessoa.

É no bairro de Belém, também, que é fabricada uma das iguarias portuguesas bem famosa no Brasil: o Pastel de Belém. Desde 1837, o doce criado na Fábrica dos Pastéis de Belém vem criando filas e mais filas para ser experimentado. São cerca de 20 mil deles vendidos todos os dias! Ah, o nome do doce, em qualquer outro café ou doçaria, mesmo que em Portugal, é pastel de nata. Pastel de Belém, só aqui!

Fado no Bairro Alto, em Lisboa || Despedir-se de Lisboa é complicado. Então, já que é pra sofrer, fizemos isso direito! O Fado é uma música triste, cantada do fundo da alma e que fala muto em saudade. Diz-se que os portugueses são tão apegados a sofrimento, que muitos dos que deixaram o país, fizeram isso só pra pdoer reclamar do quanto sentem falta de sua terra. Brincadeiras a parte, o silêncio que se faz enquanto os fadistas se exibem, à luz de velas, foram perfeito para garfar os entrecotes e frutos do mar que não paravam de chegar! A essa altura, não precisa falar que vinho tinto acompanha, certo?

Gente, cada experiência que a gente viveu, por si só, já teria valido essa ida a Portugal. Eu, Tiago, já tinha visitado o país alguma vezes, mas realmente nunca o tinha visto desta forma. Parecia um lugar novo e eu realmente não sou capaz de opinar sobre qual foi o momento preferido desses dias.

Eu espero que as partes que tenham chamado mais a atenção nesse vídeo sejam as que falam das paisagens, da gastronomia, dos palácios, das histórias… enfim, as que aguçam os sentidos, os desejos! Até porque as preocupações, essas vocês podem jogar na mão da Copastur Prime! Eles vão resolver tudo pra você – transporte, hospedagem, passagens, passeio, eventos, ingressos – absolutamente tudo. Entre em contato através do telefone que está aqui e diz pra onde você quer ir e eles vão desenvolver a sua viagem dos sonhos, tá bom?

Não esqueça de curtir o vídeo, compartilhar com seus amigos, dizer pra gente o que você achou de tudo isso e se inscrever no canal, beleza? Um abração e até o próximo 3em3!

O 3em3 visitou Portugal a convite da Copastur Prime.

Imagens: Tiago Caramuru / Anderson Spinelli
Texto: Tiago Caramuru
Edição: Tiago Caramuru / Anderson Spinelli

Comentários

Sobre o Autor
- Desde que descobriu que viajar é possível, viciou. Muita disciplina financeira, um pouco de sorte. Nada como uma viagem após a outra. Escreve o blog Esvaziando a Mochila desde 2009. Publicou, em 2014, o trabalho fotográfico Rumo às Primeiras Mil Viagens, compilação de 100 retratos e paisagens feitos pelo mundo, durante quatro anos.