Cape Town (África do Sul) – Como é fazer a Rota dos Vinhos

A África do Sul é o paraíso dos safáris, das praias incríveis e até do famoso Cabo da Boa Esperança. Mas engana-se quem acha que o país se resume a isso. Lá também são produzidos alguns dos vinhos mais premiados do planeta.

3em3_nederburg07

A convite da Distell, a maior produtora de vinhos e destilados do país, nós visitamos diversas vinícolas, fizemos inúmeras degustações e voltamos com a certeza que a África do Sul, além de ser conhecida como a pátria do Mandela, já pode ser também famosa pela qualidade de seus vinhos.

3em3_plaisir05

Então, se você é um apreciador da bebida, na sua próxima visita a África faça como nós e inclua a Rota dos Vinhos no seu roteiro.

1) Bergkelder

Localizada em Stellenbosch, a segunda colônia europeia mais antiga da região, a Bergkelder foi a primeira adega subterrânea construída no hemisfério sul e foi projetada na época para manter o vinho a uma temperatura ideal, mesmo no forte calor africano.

E após uma visita guiada pela propriedade, passando pelo museu e pela loja da marca, chegou a hora mais esperada do tour: a degustação. Criada por Craig Cormack, um apaixonado colecionador de sais, a harmonização de vinhos com sais do mundo todo é o ponto alto da visita e o grande destaque da vinícola.

3em3_bergkelder03

3em3_bergkelder02

3em3_bergkelder01

2) The House of JC Le Roux

De lá, seguimos para The House of JC Le Roux, a adega líder do país em fabricação de vinhos espumantes de tradição francesa. A vinícola oferece diversos tipos de degustações e também harmonizações especiais.

Para as degustações simples, Vivante e Methode, são oferecidos quatro ou cinco tipos de vinho. Já as degustações com harmonizações especiais são dividas em três opções cada uma com cinco Méthode Cap Classique.

3em3_jcleroux03

3em3_jcleroux02

3em3_jcleroux01

3) Nederburg

Nederburg é a principal marca de vinhos da Distell e é exportada para importantes mercados, como Europa, América do Norte e América Latina.

A vinícola oferece diversos tipos de degustações e uma harmonização com diferentes tipos de queijos. E como parte do tour os visitantes podem conhecer o museu da marca, além dos belos jardins e da linda vista para as montanhas Drakenstein.

3em3_nederburg03

3em3_nederburg04

3em3_nederburg01

3em3_nederburg02

3em3_nederburg05

3em3_nederburg06

3em3_nederburg08

4) Plaisir de Merle

O visual impressionante da vinícola já vale a visita. E é ali nas colinas próximas a montanha Simonsberg que as uvas de excelente qualidade são colhidas e transformadas em rótulos premiadíssimos.

Na degustação vertical, que é a grande estrela do tour, os visitantes podem experimentar um mesmo vinho de diferentes safras, descobrindo assim as nuances e notas que são influenciadas pelo tempo de maturação.

3em3_plaisir03

3em3_plaisir04

3em3_plaisir06

3em3_plaisir07

3em3_plaisir08

5) Durbanville Hills

Localizada a apenas 20 minutos de Cape Town e com vista espetacular para Table Mountain e Table Bay, a vinícola conta com dezesseis variações de vinho divididas em três linhas. Segundo o cellarmaster Martin Moore, são as colinas que determinam quais vinhos serão engarrafados sob o rótulo Durbanville Hills.

As degustações com chocolate são feitas com 5 tipos de vinho e chocolates que vão desde o branco até o escuro, todos feitos com cacau africano e disponíveis a venda na lojinha da Durbanville Hills. A propriedade ainda conta com um renomado restaurante, assinado pela chef Louisa Greeff. É o local ideal pra almoçar e ter uma excelente desculpa pra provar mais alguns vinhos.

3em3_durbanville01

3em3_durbanville06

3em3_durbanville03

3em3_durbanville04

3em3_durbanville02

3em3_durbanville05

Bônus: Nederburg Auction

Em sua 42ª edição, o Nederburg Auction reuniu 79 vínicolas e centenas de consumidores e especialistas, que puderam degustar a bebida e dar seus lances em vinhos icônicos, além de acompanhar eventos que valorizam a cultura sul-africana.

O tema da cerimônia de 2016 foi Herança, uma vez que a África do Sul tem uma longa história de vinificação e é esse legado, transmitido através de gerações e gerações, que inspirou a seleção dos vinhos.

E pra fechar com chave de ouro nossa passagem pelo país, ainda tivemos a oportunidade de experimentar pratos típicos durante o almoço oferecido pela organização do evento.

3em3_auction01

3em3_auction02

3em3_auction03

3em3_auction04

Comentários

Sobre o Autor
-

Formado em Publicidade e pós-graduado em Marketing, descobriu o gosto por viajar em 2009, após fazer um curso de Planejamento Estratégico na Califórnia. De lá pra cá, transformou a vida em uma partida de War e já conquistou 27 países. Em 2013, deu início ao projeto Destinos Imperdíveis.