Bruges (Bélgica) – 3 atrações imperdíveis em 3 minutos

Conhecida como Veneza do Norte, Bruges é uma das cidades da Bélgica mais visitadas por turistas de todas as partes do mundo. A cidadezinha medieval, situada na província de Flandres, é puro charme e teve seu centro histórico reconhecido como Patrimônio da Humanidade em 2000.

O 3em3 pegou um trem de saindo de Bruxelas e foi conferir o que a cidade tem de tão especial. São cerca de 160 km de distância, que são percorridos em aproximadamente uma hora. Até por isso, muita gente faz apenas um bate-volta, já que dá para conhecer bastante coisa em um dia ou até mesmo em uma tarde.

Neste episódio, mostramos 3 atrações imperdíveis para quem visita a cidade belga.

1) Grote Markt / Campanário (Belfry of Bruges)

Para começar a se situar por lá, nada melhor do que ter uma vista 360º graus da cidade. O Campanário, ou Belfry of Bruges como é conhecido por lá, fica no Grote Markt e pode ser visto de várias partes da cidade.

img_belfry01

O ticket custa € 8,00 e o local funciona das 09:30 às 17:00. Mas certifique-se de estar com o fôlego em dia antes de entrar na atração. Explico: para chegar ao topo do Campanário são 366 degraus! E para complicar, a subida (e a descida) é feita por uma escada bem estreita. Ou seja, por vezes você vai se deparar com alguém no sentido contrário e terá que se espremer para que a outra pessoa passe (ou vice-versa).

img_belfry02

Dito isso, a vista panorâmica lá do topo é de tirar o fôlego (se você ainda tiver algum). Apesar de ter grades nas janelas, é possível ter uma visão bem legal da cidade. E como o local é relativamente pequeno, são permitidos, no máximo, 70 visitantes ao mesmo tempo.

2) Basílica do Sangue Sagrado

Outro ponto bastante visitado em Bruges é a Basílica do Sangue Sagrado. Constituída por 2 capelas construídas no século XII, a basílica guarda uma relíquia do cristianismo: uma frasco onde está preservado o sangue de Jesus.

img_basilica01

A entrada é gratuita e a veneração ao sangue pode ser feita todos os dias em dois períodos: das 11:30 às 12:00 e das 14:00 às 16:00. O local fica bem próximo do Grote Markt, bastando uma caminhada de cerca de 5 minutos. Apesar de pequena, a basílica chama atenção por sua belíssima decoração interna. Para ter acesso ao museu, é cobrado € 2,00.

img_basilica02

3) City Tour de barco

Se você não tem muito tempo na cidade, a melhor alternativa é recorrer aos passeios de barco. Eles passam pelos principais pontos turísticos da cidade e custam entre 7 e 8 euros. Sua duração é de aproxidamente 30 minutos e os guias explicam (geralmente com muito bom humor) cada atração vista durante o percurso.

img_brugesb01

Os principais pontos de partida dos barcos são próximos ao Dijver Canal, certamente o local mais fotografado em Bruges. É só localizar pequenas cabines por ali e comprar os tickets. Mesmo que você já tenha conhecido bem a cidade a pé, vale a pena ver tudo novamente de uma outra perspectiva.

img_brugesb02

Os barcos são razoavelmente pequenos (principalmente se comparados aos de Amsterdam) e totalmente abertos, proporcionando uma visão bem ampla. Fique atento: ao fim do passeio, os guias esperam por gorjetas.

Para se ter uma ideia da distância dos locais entre si, veja o mapa abaixo com os pontos do vídeo:

Imagens: Anderson Spinelli e Sidney Michaluate
Texto: Anderson Spinelli
Edição: Anderson Spinelli

Comentários

Sobre o Autor
-

Formado em Publicidade e pós-graduado em Marketing, descobriu o gosto por viajar em 2009, após fazer um curso de Planejamento Estratégico na Califórnia. De lá pra cá, transformou a vida em uma partida de War e já conquistou 27 países. Em 2013, deu início ao projeto Destinos Imperdíveis.