Atacama (Chile) – Termas de Puritama, Valle de la Luna e Geysers del Tatio

Finalmente o 3em3 chegou em um dos principais destinos da América do Sul: o Deserto do Atacama. Com mais de 1000 km de extensão, o Atacama é considerado o deserto mais alto e árido do mundo. E se você acha que só vai encontrar areia por lá, tá muito enganado. O Atacama reúne os mais diversos tipos de paisagens e, por muitas vezes, você vai se sentir em outro planeta. Confere aí alguns dos principais passeios da região.

#1 Termas de Puritama

Já passou pela sua cabeça de que você poderia encontrar um conjunto piscinas de águas quentes em pleno deserto? Pois é, em Puritama, 9 piscinas termais te aguardam com águas de aproximadamente 33ºC que brotam do lençol freático.

É o passeio ideal pra você colocar depois de alguns dias de atividade intensa, já que você vai poder relaxar e dar aquela revigorada pra continuar explorando o Atacama. Além disso, é uma das atrações mais próximas de San Pedro, a cerca de 30 minutos do centro da cidade.

#2 Valle de la Luna

Antes mesmo de descer da van, você vai olhar pela janela e se sentir na Lua! O visual foi desenhado caprichosamente pela erosão do tempo, juntamente com a ação dos fortes ventos e mudanças bruscas de temperatura.

Há cavernas de sal para explorar e muitos caminhos para serem percorridos. Saindo de lá, há uma rápida parada na Pedra de Coyote, um dos pontos mais altos do tour. A paisagem é surreal e vai render algumas das melhores fotos da sua vida.

Pra finalizar, uma parada no Valle de la Muerte pra curtir o pôr do sol degustando queijos e vinhos. Nada mau terminar um dia com esse visual, né?

#3 Geysers del Tatio

Acordamos antes do sol nascer e pegamos a estrada, rumo aos 4.300 metros de altitude do campo geotérmico de Tatio. O motivo de ser tão cedo é que o vapor é mais intenso nesse período, com os jatos de água fervendo dando as caras por ali.

Uma dica: vá muito bem agasalhado! Por lá é bem frio e, quando fomos, em junho, pegamos algo próximo a -10ºC. Não esqueça também o protetor solar e uma garrafa d’água. Aí, é só curtir o cenário incrível proporcionado pelos gêiseres.

Para os mais corajosos, há também uma piscina de águas termais. Pra entrar é fácil, o difícil querer sair!

Comentários

Local: Brasil
Sobre o Autor
- Formado em Publicidade e pós-graduado em Marketing, descobriu o gosto por viajar em 2009, após fazer um curso de Planejamento Estratégico na Califórnia. De lá pra cá, transformou a vida em uma partida de War e já conquistou 27 países. Em 2013, deu início ao projeto Destinos Imperdíveis.