Algarve (Portugal) – 3 lugares para visitar em 3 minutos

O Algarve é a região costeira do time A de praias de Portugal. É como se fosse o Nordeste, no Brasil, mas fica no sul do país. É estranho ir pra Europa pra ir pegar praia mas, talvez por isso, seja tão surpreendente.

Existem linhas de ônibus e trem entre as principais cidades, mas alugar um carro para poder parar em pequenos vilarejos e canteiros de estrada quando você bem entender, é uma ótima opção.

A costa algarviana é curta. Em linha reta, tem cerca de 150 km. Pra ter melhores noites de sono e não gastar tanto tempo fazendo malas e check-ins, faça bases em cidades que combinam mais com você e, de lá, escolha viagens de um dia.

Se você nunca se apaixonou por país algum, é porque ainda não foi a Portugal. Trace seu roteiro com todos os episódios que gravamos lá:

Portugal – Roteiro de 3 dias em Lisboa, Sintra e Cascais com a Copastur Prime.
Sintra – Castelos e palacetes a meia hora de Lisboa.
Lisboa – O bairro de Belém: Torre de Belém, Mosteiro dos Jerônimos e o Padrão dos Descobrimentos.

Se estiver em família: Portimão, Albufeira e Vilamoura são as cidades dos resorts. Todas as facilidades e mimos para turistas são encontradas nos hotéis cheios de estrutura.

Se for viagem com orçamento contado: as maiores pechinchas estão nos hotéis do Faro, capital e maior cidade do Algarve. A questão é que, comparada com suas vizinhas de região, a cidade perde feio em atrativos e beleza.

Se for viagem romântica: perto de Tavira, já próximo da fronteira com a Espanha, há diversas “Herdades” ou “Quintas“, como eles chamam os sítios. São propriedades rurais onde sentimos estar no inteiror quando, na verdade, o mar está a menos de cinco quilômetros.

Se for viagem com amigos: Lagos tem noites intermináveis e diversos beach clubs, onde a balada acontece de dia. O imenso centro histórico, quase 100% pedestrinizado, pipoca de barzinhos e restaurantes.

Os locais mostrados são:

1) Tavira

São apenas 25 mil habitantes, mas a cara interiorana durante o dia esconde uma noite interminável e ao ar livre. A região montanhosa sem a típica humidade litorânea, confunde-se com o interior. Mas poucos quilômetros separam esse clima campestre de praias exuberantes, com águas claras e ilhas de areia macia, como a Praia do Barril.

Além de te sua própria personalidade, Tavira está próxima de típicas aldeias portuguesas, com muita influência árabe, como Santa Luzia, a 2km, e a charmosa Cacela Velha, a 7km.

2) Lagos

Lagos é grande e bem estruturada. A vila histórica é toda pedestrianizada e cheio de barzinhos – alguns deles especialmente fantásticos, como a Casinha do Petisco, que serve camarões espetaculares, e a Forja, onde come-se peixe fresco por metade do preço de qualquer outro restaurante de mesma qualidade.

De julho a setembro, a cidades fica tomada por adolescentes, em sua maioria alemães e ingleses, em viagens de formatura. Fora desses meses, os preços melhoram e, o clima, parece se ajustar às nossas necessidades: calor de dia pra pegar praia, refrescante a noite pro vinho descer melhor.

A uma curta distância, Lagos tem as melhores praias de Portugal, lado a lado. Entre elas, a Praia do Camilo e Praia Dona Ana. Além da Ponta da Piedade, de onde partem os passeios de lancha pelas grutas rochosas (as lanchas também buscam passageiros na Praia Dona Ana e Meia Praia).

3) Cabo de São Vicente

O Cabo de São Vicente é a “esquina” de Portugal, um cabo situado no extremo sudoeste do país, na cidade de Sagres.

Imagens: Tiago Caramuru
Texto: Tiago Caramuru
Edição: Tiago Caramuru e Anderson Spinelli

Comentários

Sobre o Autor
-

Desde que descobriu que viajar é possível, viciou. Muita disciplina financeira, um pouco de sorte. Nada como uma viagem após a outra. Escreve o blog Esvaziando a Mochila desde 2009. Publicou, em 2014, o trabalho fotográfico Rumo às Primeiras Mil Viagens, compilação de 100 retratos e paisagens feitos pelo mundo, durante quatro anos.